• Vivian Laube

Sempre tem uma primeira vez!

Esta frase foi-me dita por um amigo, quando estávamos combinando sobre uma LIVE no Instagram, e eu perguntei se ele iria gravar. E ele respondeu: nem sei se é possível! Mas sempre tem uma primeira vez!

Incrível como esta frase ressoou dentro de mim! Fez-me lembrar de tantas primeiras vezes que eu já vivi, especialmente neste momento, quantas primeiras vezes estão acontecendo por conta de ter que ficar em casa e criar novos modos de estar presente na vida das pessoas, mantendo a conexão profissional, para não perder todo o trabalho que desenvolvi nos últimos dois anos.

E quantas primeiras vezes ainda estão por vir!

Não fiz nenhuma LIVE sozinha, fui sempre convidada.

Estou preparando um canal no YouTube, o qual ainda não divulguei: será a primeira vez.

Estou trabalhando no conteúdo de um produto online, nunca fiz isso.

Pela primeira vez falei com a família e amigos conectados por uma ferramenta de reuniões virtuais.

Pela primeira vez conversei com escoteiros, por duas horas, virtualmente.

Pela primeira vez conversei com brasileiras que estão na Alemanha e outros países, virtualmente.

Pela primeira vez fiquei em casa tanto tempo, e até que estou gostando disso.

Pela primeira vez fiquei sem abraçar as pessoas que amo, mesmo próximas fisicamente. Ou fiquei sem brindar com amigos nos nossos encontros maravilhosos. Ou ainda, sem fazer um passeio, ir ao cinema, a um restaurante.

Pela primeira vez tive cursos cancelados, não por falta de participantes, mas por não poder estar presencialmente com elas.


E se eu for pensar nas primeiras vezes em todos meus 56 anos de vida, uau! Foram inúmeras mesmo!

E elas trazem sempre uma mistura de medo, dor de barriga, coração descompassado, preocupação, ansiedade.

Mas certamente me movem em direção aos meus sonhos e conquistas, ao novo, ao desafio, ao sucesso.


Nem sempre a primeira vez dá certo e aí temos que tentar a segunda, a terceira. Até que dê. Se valer a pena, fizer sentido.

Também podemos desistir. E tudo bem. Desistir às vezes pode ser o melhor a fazer, naquela situação.

Ou, deixar de lado, e retomar em outro momento, às vezes mais maduro e preparado.


A vida vai dando estas oportunidades, e quanto mais estivemos conectados com nosso propósito, tivermos autoconhecimento, e soubermos escutar a nossa intuição e percebermos os sinais do universo, mais chance teremos de que dê certo. Não só por teimosia e insistência, mas por sabedoria e conhecimento.

Preste atenção e sinta se de verdade está na hora da primeira vez.

E se estiver, não hesite!

Vivian Laube

Diretora de LF Comunicação Integrada

Professora, palestrante e facilitadora de comunicação não violenta.

(51) 981260390





0 visualização
LF-Comunicação-Integrada_Logo_ok-1.png
BLOG