• Vivian Laube

Ahimsa é uma das fontes de inspiração da CNV

Para propor um modo de comunicação mais compassivo, Marshall Rosenberg bebeu de muitas fontes, realizou muitas pesquisas, estudou sobre vários assuntos e trabalhou na mediação de conflitos em diversos tipos de situações, em diversos países.


Uma das grandes inspirações vem de Gandhi e sua revolução sem violência para libertar a Índia da Inglaterra. E vem de lá o princípio AHIMSA muito conectado com a ideia da comunicação não violenta, que propõe não só um modo de conversar que seja mais assertivo, mas também, uma mudança de comportamento que passa por compreender que podemos sim conviver, respeitar e ter compaixão por pessoas que pensam diferente de nós.


Porque afinal, todos somos seres humanos e qualquer diferença que tenhamos não representa nada perto da importância que temos para o universo.


AHIMSA é inspirada na premissa de que todos seres vivos têm uma centelha da energia espiritual divina, eu que ferir ao outro é ferir a si próprio.


É sempre bom lembrar que tudo o que fazemos, inclusive nossos pensamentos, tem consequências para nós, para o outro e para o universo.


E por isso, é tão importante que antes de tudo foquemos no autoconhecimento e na percepção de nós mesmos, dos nossos sentimentos e necessidades, no nosso modo de nos expressarmos, se agimos em acordo com nossos valores mais preciosos, se contribuímos de fato para melhorarmos nossas relações mais próximas. Perceber que tipo de energia espalhamos ao nosso redor e se isso faz sentido para atingir nosso propósito.


E quem sabe pensar um pouco sobre qual é mesmo o nosso propósito?


Nossas palavras têm muita força: elas podem construir pontes ou construir muros.


A escolha é nossa, a responsabilidade também. Cuide da sua comunicação! Vamos aprender a conversar?


Vivian Laube

LF Comunicação Integrada


0 visualização
LF-Comunicação-Integrada_Logo_ok-1.png
BLOG